24 de outubro de 2021 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

Experiências bem-sucedidas em 15 escolas públicas de São Paulo serão apresentadas durante o 39º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo - Socesp, que reunirá mais de sete mil cardiologistas na capital paulista durante o feriado de Corpus Christi.  

Do desejo de conscientizar professores e alunos sobre as doenças cardiovasculares, uma das principais causas de mortalidade no Brasil, nasceu em 2018, o “Projeto Coração Saudável”, parceria entre a Sociedade Brasileira de Cardiologia (SBC), por meio da Socesp, e a Secretaria de Educação do Estado de São Paulo. 

Hoje, cinco meses após o início da parceria, já é possível perceber os primeiros frutos. Exemplo disso são os projetos “Alimentação Saudável: Como aumentar o consumo da alimentação escolar”, da Escola Estadual Fortunato Pandolfi Arnoni, em Mauá; “Coração Saudável”, da Escola Estadual Reverendo Atael Fernando Costa, em Diadema; e “O sabor da Vida”, da Escola Estadual Itajahy Feitosa Martins, em Itapevi.  

Três projetos importantíssimos e que estão mudando a rotina dos alunos do 1º ao 5º ano, que não se interessavam pela alimentação servida na escola e que recorriam a lanches pouco saudáveis, como doces, biscoitos recheados, chocolates e salgadinhos. 

O índice de obesidade e sobrepeso entre os alunos vinha crescendo a cada ano e, paralelamente, o aumento do consumo de alimentos processados e ultraprocessados também. Para mudar esse quadro, a Socesp, empenhada em reduzir a mortalidade por doenças cardiovasculares, firmou parceria a fim de promover a educação alimentar dos alunos, por meio do maior conhecimento sobre os alimentos que consumiam. 

As escolas puderam escolher a melhor metodologia para desenvolver o projeto, sendo que tinham como único objetivo desenvolver situações de ensino que estimulassem a reflexão sobre a importância da qualidade da vida e prevenção das diversas doenças provenientes da má alimentação e sedentarismo. 

De acordo com o presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo, Dr. José Francisco Kerr Saraiva, o programa “Alimentação Saudável”, é coordenado pelo Departamento de Prevenção e Promoção da Saúde Cardiovascular da SBC, por meio da Socesp, e visa ampliar as ações de prevenção na rede estadual de ensino e conscientizar os alunos sobre os fatores de riscos cardiovasculares que estão diretamente ligados à alimentação. 

“A Socesp atua fortemente, capacitando e orientando professores, preparadores de merenda e dirigentes escolares, no intuito de desenvolver ações conjuntas de cooperação e intercâmbio de informações, concentradas na promoção da conscientização dos alunos da rede estadual de ensino, visando à prevenção de doenças cardiovasculares”, salienta Saraiva.

O projeto está sendo executado em 11 escolas na Região Metropolitana e tem sua expansão prevista, em 2018, para mais 16 estabelecimentos no Interior e Litoral de São Paulo.


BUSCA NO SITE

Acesso restrito

Siga-nos

Últimas notícias