26 de fevereiro de 2024 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

PROTEÍNAS

Estudos indicam necessidades protéicas em torno de 1,1g/kg/dia para pacientes com IC e estado nutricional adequado e de 1,5 a 2,0g/kg/dia para pacientes com IC em depleção nutricional ou apresentando má absorção intestinal, considerando-se para o cálculo o peso seco (livre de edemas). Já os pacientes com IC que desenvolvem insuficiência renal (IRC) devem receber orientações individualizadas em relação às proteínas(2-3).

Durante a hospitalização, na IC descompensada, frequentemente ocorre a piora da função renal, relacionada à hipoperfusão por baixo débito ou às altas doses de diuréticos, mas mesmo com o declínio da taxa de filtração glomerular, na prática clínica não se recomenda a restrição protéica neste momento, devido ao risco nutricional apresentado por esses pacientes.

BUSCA EM NOTÍCIAS




Siga-nos