25 de fevereiro de 2024 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

LIPÍDIOS


A dieta deve ser normolipídica, com oferta de 30 a 35% do VCT proveniente de gorduras, com redução no consumo de gorduras saturadas e trans e maior oferta de gorduras insaturadas (2).

Entre as gorduras insaturadas, atenção especial deve ser dada a oferta de ácidos graxos polinsaturados da série ômega 3 (PUFA w-3).  O estudo GISSI-HF mostrou pequeno benefício com a suplementação de 1g/dia em pacientes com Insuficiência Cardíaca com Fração de Ejeção Reduzida (ICFEr) ou Preservada (ICFEp), associando-se a redução discreta na mortalidade (4). Diretrizes internacionais associam a suplementação 1g/dia com redução do risco de reinternações e morte em pacientes com IC (5-6).

BUSCA EM NOTÍCIAS




Siga-nos