24 de outubro de 2021 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

O CHAMADO RASTREAMENTO EM CASCATA

O chamado rastreamento em cascata de pessoas que já têm o colesterol alto e uma dislipidemia de base genética, consiste em monitorar familiares de primeiro, depois segundo e terceiro graus, conforme os exames acusam alterações. Esta procura é vital porque existem trabalhos provando que hoje, filhos de pessoas com Hipercolesterolemia Familiar, que foram diagnosticados e tratados precocemente, apresentam uma sobrevida livre de eventos e com qualidade, em comparação com o que foi vivenciado pelos pais quando eram jovens.


#socesp #saúde #colesterolalto #dislipidemia #controlecolesterol #crianças #adolescentes #rastreamento 

BUSCA EM NOTÍCIAS




Siga-nos