18 de agosto de 2022 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

SAÚDE DA MULHER

Essetexto é especial para as mulheres. O quanto vocês são conhecidas por “dar conta” de tudo. Que são chamadas de“guerreiras”; cuidam da família, dacasa e do trabalho.
E,usualmente, deixam a si mesmas por último.
Maspor que é importante chamar atenção para isso?
Porquequanto mais vocês se deixarempor último, menos olham para sua própria saúde. Esquecem que o corpo e amente também precisam ser cuidados. Focam o olhar no outro, e desmarcam suasconsultas médicas, não fazem exercícios ou alimentação saudável, postergamexames, etc.
Orisco cardiovascular é maior em homens que em mulheres pré menopausa...os novosestudos apontam que no pós menopausa esses riscos estão se equiparando. E, nosúltimos anos, foi visto um aumento progressivo do adoecimento das mulheres.
Oestresse advindo das jornadas intensificadas – trabalho, casa, família – temfator fundamental em aumentar o risco do desenvolvimento das doençascardiovasculares. Ou seja, o próprio “darconta de tudo” pode ser prejudicial.
Porisso, se dê pausas.
Olhepara si, para seus limites e, acima de tudo, para sua própria saúde.
Algunspassos por dia, como uma alimentação cardioprotetora ou exercícios físicos jápodem trazer grandes benefícios tanto para a saúde física quanto mental.
E,não hesite em buscar ajuda profissional sempre que necessário. 
 
Departamento dePsicologia
Priscila Maria Gabos
CRP: 06/12385