26 de setembro de 2022 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

EXISTE CERVEJA SAUDÁVEL?

Existe cerveja saudável? 

São incontáveis os tipos e variedades de cerveja que é possível encontrar no mercado atualmente. Quando se trata de saudabilidade, as pesquisas apontam mais especificamente para a quantidade de consumo. Embora os efeitos nocivos do álcool já estejam bem estabelecidos, recentes estudos mostram que o consumo moderado de álcool, incluindo a cerveja, possa ter um efeito protetor sobre as doenças cardiovasculares e mortalidade quando comparado a indivíduos abstêmios. E apesar dos benefícios, indivíduos abstêmios não devem ser incentivados a consumir bebida alcoólica. Por isso, dentro de um contexto de estilo de vida saudável, é possível incluir o consumo moderado de cerveja. 


Hoje existem vários tipos: sem glúten, sem álcool, redução de carboidratos, orgânica... Qual é melhor para a saúde?

Essas “categorias” são indicadas para todos os tipos de público? Funcionam de fato para quem tem uma doença que proíba o glúten, por exemplo?


Não podemos dizer que um tipo é melhor que outro, cada um tem a sua característica específica para um determinado consumidor. 

 A cerveja tradicional contém glúten por conta do malte, que é produzido a partir de cereais que possuem glúten (cevada, trigo, centeio). Por isso, a cerveja tradicional não é recomendada para aqueles que possuem algum tipo de restrição ao glúten, como a doença celíaca. Atualmente as cervejarias tem cada vez mais aumentado o seu portfólio para atender os consumidores com essa restrição, produzindo cervejas a partir de outros cereais (como o arroz) ou trabalhando com enzimas que degradam o glúten.

Também temos que lembrar que a cerveja e o álcool contribuem para a ingestão total de calorias e pode contribuir para o aumento do peso quando consumido em excesso.

- Sem álcool:  é uma boa alternativa para aqueles que tem possuem alergia, intolerância ou ainda para aquela pessoa que estão em tratamento de medicamentos que interagem com o álcool. Algumas apresentam valor calórico menor que a tradicional, apesar de poder possuir mais carboidratos na sua composição. 

- Redução carboidratos: são cervejas com teor reduzido carboidratos e consequentemente em calorias e às vezes combinada sem glúten. 

- Orgânica: feita com ingredientes orgânicos, contém glúten e a mesma quantidade de calorias que a cerveja tradicional. 


As chamadas cervejas sem álcool podem ser ingeridas por grávidas?

O ideal é evitar o consumo, apesar de serem consideradas bebidas sem álcool, a legislação permite até 0,5% de álcool na composição da cerveja não alcoólica.


Qual a recomendação de consumo? É possível ingerir cerveja todos os dias?

A recomendação do Centro de Informações sobre saúde e álcool (CISA) recomenda o consumo máximo de 2 doses de álcool por dia para homens e 1 dose para mulheres. 

Essa diferença de recomendação ocorre porque as mulheres apresentam menores níveis de enzimas responsáveis pela metabolização do álcool, demorando mais tempo para ser eliminado.

1 Dose = 14g de álcool, o que corresponde a 350ml (lata) de cerveja.


A cerveja “tradicional” contém nutrientes que fazem bem à saúde? Quais?

A cerveja é composta principalmente de água, mas também é rica em nutrientes, como carboidratos, minerais, vitaminas e polifenóis (resultantes do processo de fabricação e fermentação de várias etapas). As flores de lúpulo, utilizadas na fabricação, que confere o sabor amargo e aromatizante, também contém compostos fenólicos que possuem atividade antioxidante e anti-inflamatória. Além disso, a levedura da cerveja é rica em vitaminas e minerais, considerada um probiótico por conter o fungo Saccharomyces cerevisiae.


Gostaria de adicionar alguma informação adicional?

Dicas para beber de forma consciente: 

- Beba sem pressa, aprecie a bebida e respeite seus limites;

- Lembre-se de estar alimentado quando for beber, de estômago vazio o álcool é absorvido mais rapidamente;

- Não esqueça de se hidratar, beber água para evitar a ressaca e desidratação;

- Se beber, não dirija