21 de outubro de 2018 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

Com a persistência da baixa umidade relativa do ar na capital e em várias regiões paulistas, é muito importante manter o organismo bem hidratado, recomenda a Socesp (Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo). "Cuidados especiais devem ser tomados com idosos, pois além de muitos deles não tomarem a quantidade diária mínima necessária de água, ainda têm mais facilidade em desidratar, razão pela qual a ingestão de líquidos torna-se fundamental nessa época do ano. A falta de água pode agravar os problemas cardíacos particularmente em indivíduos hipertensos ou com problemas cardiovasculares preexistentes", salienta Dr. José Francisco Kerr Saraiva, presidente da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo - Socesp.

Tais cuidados são fundamentais porque no clima seco o organismo perde mais líquidos e o sangue fica com menor concentração de água, ou seja, torna-se mais viscoso. Isso pode aumentar a pressão arterial e provocar com mais facilidade obstruções nas veias e artérias, causando infarto ou um acidente vascular cerebral (AVC). Também aumenta o risco da formação de trombos, uma espécie de coágulo que impede a circulação do sangue. Se esse problema ocorrer em órgãos importantes, as consequências podem ser graves.

"Por isso, é muito importante oferecer água o dia todo aos idosos, pois muitos deles acabam não tomando a quantidade necessária e, assim, ficam mais expostos a riscos nos períodos de baixa umidade do ar", recomenda o cardiologista.

BUSCA NO SITE

Acesso restrito

Siga-nos

Últimas notícias