20 de novembro de 2018 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

Controle da diabetes é importante para reduzir os riscos cardiovasculares

A diabetes, segundo o presidente da Socesp, José Francisco Kerr Saraiva, também é um dosprincipais fatores de risco que favorecem a ocorrência de infarto e derrames. Adoença, que provoca altas taxas de açúcar no sangue, pode evoluir para níveisbastante graves, causando cegueira, impotência sexual, mau funcionamento deórgãos vitais e crescente dificuldade de cicatrização de feridas e lesões,levando até mesmo à amputação de membros.

 

Quandoa doença se manifesta, também potencializa outros fatores de risco, como ocolesterol elevado e a hipertensão. “Ou seja, há justificados motivos paraprevenir a ocorrência desse mal e, mais ainda, para tratá-lo de modo eficazassim que se descobre a sua existência. Como os sintomas não são imediatos, ocontrole médico periódico, com a realização de exames de sangue, é muitoimportante para o diagnóstico anterior ao aparecimento dos primeirosproblemas”, alerta Dr. Saraiva.

 

Quantoà prevenção, cabe enfatizar a alimentação correta e equilibrada, combate àobesidade, consumo muito moderado de bebidas alcoólicas, prática regular deexercícios físicos (sempre com orientação médica) e abandono do tabagismo. Asestatísticas reforçam a pertinência desses cuidados: estima-se que cerca de 10%dos habitantes adultos do Brasil tenham a doença, que, segundo o Ministério daSaúde, atinge 5,2% dos homens e 6% das mulheres. Dentre as pessoas acima de 65anos, a incidência é de 21%.


Preveniro diabetes é muito importante. Porém, quando ele ocorre, o tratamento correto,o acompanhamento médico e o controle regulares são decisivos, pois garantem boaqualidade da vida em grande parte dos casos.

BUSCA EM NOTÍCIAS




Siga-nos