16 de julho de 2019 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

Livro aponta estratégia integrada para assistência à saúde dos idosos

Num Brasil no qual os idosos serão 30% dos habitantes em 2050, abordagem da saúde desse segmento etário é um desafio médico e social. Livro inédito aponta diretrizes para o tratamento integrado das pessoas da terceira idade.  

“Atenção à saúde cardiovascular do idoso – uma abordagem interdisciplinar”, lançado nesta quinta-feira, 20 de junho, no 40º Congresso da Sociedade de Cardiologia do Estado de São Paulo (Socesp), apresenta uma visão integrada de todos os aspectos relativos aos cuidados com as pessoas da terceira idade, com ênfase para as alterações cardiovasculares. A obra, resultante de um trabalho conjunto dos oito departamentos da entidade e de um grupo especial de estudos, foi editada pela Atheneu, que realizou sessão de lançamento em seu estande no evento.

O diretor-médico da editora, Paulo Rezinsk, salientou a importância do livro para abordagem da saúde da população idosa, que vem crescendo de modo significativo no Brasil. Ele salientou a relevância desse conteúdo produzido pela Socesp “para o enfrentamento de uma questão médica e social”.

A obra, segundo explica a médica Ieda Biscegli Jatene, uma de suas coordenadoras e diretora da Socesp, aborda numerosos temas referentes à assistência ao idoso, como a saúde mental, uso de medicamentos polifórmicos, nutrição, atividade física, reabilitação cardiovascular, prevenção, saúde bucal e cuidados paliativos dos cardiopatas.

Desafio médico e social

O presidente da Socesp, José Francisco Kerr Saraiva, observa que, segundo o IBGE e seguindo tendência mundial, os idosos representarão 30% da população brasileira em 2050. Hoje, 12% dos habitantes da cidade de São Paulo já são da terceira idade. “Nesse contexto, o estudo das doenças crônico-degenerativas deve ser expandido continuamente, com o propósito de proporcionar avanços capazes de contribuir para a melhoria da saúde”.

Saraiva alerta que o envelhecimento é um desafio social e para o sistema de saúde, pois o aumento da expectativa de vida resulta no crescimento do número de usuários dos serviços. Segundo o Ministério da Saúde, 75% dos idosos brasileiros utilizam exclusivamente o SUS. Diante desse quadro, a abordagem multidisciplinar, como se observa no livro da Socesp/Atheneu, é fundamental, assim como a promoção da saúde desde a infância, disseminando-se hábitos saudáveis de alimentação e vida, que resultarão em adultos e idosos com menos doenças.

“Atenção à saúde cardiovascular do idoso – uma abordagem multidisciplinar” teve a participação dos seguintes colaboradores, que participaram da sessão de lançamento: Fernanda Marciano Consolim Colombo; Ieda Biscegli Jatene; Lígia de Moraes Antunes Corrêa; Eugênia Velludo Veiga; Adriana Castello Costa Girardi; Vanessa Marques Ferreira; Nágila Raquel Teixeira da Damasceno; Walmir Ribeiro de Mello; Jennifer de França de Oliveira Nogueira; Sandra dos Santos Cruz; e Paula Vieira de Vincenzi Gaiolla.  

BUSCA EM NOTÍCIAS




Siga-nos