15 de outubro de 2019 - SOCIEDADE DE CARDIOLOGIA DO ESTADO DE SÃO PAULO
COMPARTILHE:                          COMPARTILHE:

Homenagem ao cardiologista que atuou na inauguração do Maracanã

Orandy Foelkel Congilio, que completará 95 anos e 61 de profissão em 2019, cardiologista mais velho em atividade no Brasil, foi homenageado na sessão de abertura do 40º Congresso da Socesp. Ele recebeu uma placa alusiva à sua trajetória, entregue pelo presidente da entidade, José Francisco Kerr Saraiva. 

Vivendo e trabalhando na cidade de Jundiaí, no interior paulista, Congilio foi escalado para ser o plantonista na inauguração do Maracanã, no Rio de Janeiro, onde se formou, na Escola Nacional de Medicina. Ao lhe prestar a homenagem, Saraiva lembrou que ele continua realizando dezenas de consultas diariamente. "Tenho muita alegria e me sinto gratificado em atender meus pacientes. Esta é minha vida. Quero continuar trabalhando e agradeço a Deus essa graça”, disse o homenageado. 

O presidente da Socesp acentuou que, segundo o Conselho Federal de Medicina (CFM), o Brasil tem 35 mil médicos com mais de 70 anos. Destes, 8,7 mil vivem no Estado de São Paulo. Profissionais com idade superior aos 90 anos são 2,2 mil, dos quais 388 moram em cidades paulistas.

BUSCA EM NOTÍCIAS




Siga-nos